ADEP-MS e Lions Clube Campo Grande firmam parceria para arrecadar doações em época de pandemia

ADEP-MS e Lions Clube Campo Grande firmam parceria para arrecadar doações em época de pandemia

A ADEP-MS (Associação das Defensoras e Defensores Públicos de Mato Grosso do Sul) em parceria com o Lions Clube Campo Grande está desenvolvendo uma ação de solidariedade que visa arrecadar diversos itens para auxiliar as famílias que estejam em situação de vulnerabilidade econômica devido a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).
Essa é a primeira campanha de arrecadação da Associação dentro do Conexão Solidária.

Pode ser doado roupa, agasalho, cobertor, sapato, alimentos ou utensílios de higiene pessoal. Não foi estipulado quantidade, por isso cabe ao Defensor (a) Público (a) doar o quanto quiser e puder. As doações serão aceitas até o dia 10 de junho na sede da ADEP-MS (Rua Flávio de Matos, 1755).

De acordo com a 1ª Vice-Presidente da Associação, Dra. Linda Maria Silva Costa, essa campanha vem para somar as outras ações já realizadas pela ADEP-MS nesse momento tão difícil que a população hipossuficiente está passando.
“Na qualidade de defensores públicos estamos sempre dispostos a auxiliar o outro, seja na garantia de seus direitos constitucionais seja amenizando a fome, o frio e outros fatores de vida, principalmente nessa época de pandemia em que muitos foram afetados. A ADEP-MS conta com a colaboração de todos que queiram e possam ajudar”, afirma.

Conexão Solidária

Em tempos de novo Coronavírus, a solidariedade mostra que é capaz de ultrapassar fronteiras na ajuda dos mais vulneráveis. A campanha Conexão Solidária, que financia alimentos, medicamentos e produtos de primeira necessidade para cidadãos que mais sofrem com o isolamento social, já está presente em nove estados da Federação.

A iniciativa surgiu de um grupo de defensoras e defensores públicos preocupados com a fome que se mostrava inevitável para a população mais vulnerável com o fechamento do comércio e de atividades econômicas devido à pandemia do Covid-19.

A ação agora conta com a participação de dezenas de entidades e já beneficiou milhares de pessoas em situação de extrema vulnerabilidade e pobreza nos estados do Acre, do Amapá, da Bahia, do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Piauí, de Roraima, São Paulo e do Rio de Janeiro.